quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Margarida foi castrada... e deu trabalho aos veterinários!!!

Hoje pela manhã deixei minha gatinha Margarida na veterinária para a cirurgia de esterilização, que ocorreu agora à tarde. Aparentemente, ela ficou super tranqüila na caixinha de transporte e só estava um pouco assustada com os latidos dos cachorros que estavam hospedados/internados por lá.

A veterinária acabou de me ligar dizendo que a cirurgia da "jaguatirica" correu bem, mas que ela armou a maior confusão com os médicos e auxiliares antes da sedação. Disse que cinco pessoas precisaram segurá-la para dar a anestesia!! E o pior de tudo é que terei que buscá-la amanhã, porque certamente ela não deixará nenhum funcionário da clínica fazer curativo na barriguinha até a retirada dos pontos...

Tinha planejado deixá-la internada até a próxima semana para evitar que ela pulasse nos móveis de casa como de costume e arrebentasse os pontos, o que já aconteceu com a minha gatinha Isolda, há alguns anos. Pelo visto, terei que ficar de olho nela o tempo inteiro.

A veterinária disse que colocou um colar elizabetano (eu chamo de cúpula de abajur) no pescocinho dela para evitar que ela coce ou tente remover os pontos. Enquanto ainda está anestesiada, sei que ela irá aceitar o tal colar, mas tenho dúvidas em relação aos próximos dias, afinal a Margarida é uma das gatas mais agitadas e serelepes que já vi em toda a minha vida!!!

Enfim, a grande questão é: como ficar com um gato levado em pule ou suba em algum lugar durante dez dias??? E mais: como "convencê-la" a ficar com um "abajur" na cabeça ao longo deste período? Com certeza, terei um grande desafio pela frente!!!!

1 comentários:

Andrea disse...

Só tenho uma coisa pra te dizer: Boa sorte!
bj